sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Poema retirado de uma Crônica

Não se pensa a Lapa sem a Glória,
Botafogo sem Flamengo
O Flamengo sem Aterro
Nem a Glória sem Outeiro

Não se cruza, incólume,
O Rio de Janeiro:
Pedaço do Oitocentos
Porção de Portugal

Se algum saldo fica,
Confirma-se o mais gostar:
Antes Santa Luzia
Que Avenida Beira-Mar

Não permitam os médicos
Que eu morra...

...Sem voltar à Praça Quinze
Ou sorver a Rua do Ouvidor;
Demorar-me na Confeitaria Colombo
E assistir as gentes na Praça Mauá.

(Rio, 11.VIII.2017).